Você já viu escrita por aí essa palavra de quatro letras, que de trás pra frente se lê igual? É possível que não. Mas é quase certo que um SaaS já ouviu falar de você. Sim, porque o Spotify, por exemplo, é um SaaS. O ClearView também, é outro. Então, se você já é cliente do ClearView, significa que você é cliente de um SaaS e nem sabia.

 

"Software como serviço"

 

OK, chega de charadas. SaaS é a sigla para Software as a Service - ou, em português, "Software como Serviço". Certo, nem totalmente em português. "Software" significa um... programa de computador? Sim, certamente sim. Mas com um detalhe importante. É um programa "de" computador, mas não necessariamente "no" computador. Opa, peraí, não entendi.

É que normalmente a gente pensava num programa de computador como aquela coisa que você compra no shopping e vem numa caixa de papelão gigante, tipo pra mostrar que é uma coisa muito importante e que custou muito caro.

OK, sabemos que não é mais desse jeito. As caixas foram dispensadas e o programa não vem mais em um CD-ROM. Mas, na verdade, os "programas de computador" estão mudando bem mais que isso.

 

A famosa "nuvem"

 

É, a gente brincou dizendo que um software é um programa "de" computador", mas não necessariamente "no" computador. O que a gente queria dizer é que um software não precisa mais ficar instalado no seu computador particular, da sua casa ou do trabalho. Ele pode ficar "na nuvem", quer dizer, em algum lugar alto, tipo uma nuvem, que você pode ver de qualquer lugar...

Ou seja, acessar de qualquer computador. Perfeito, né? Tava na hora de alguém inventar isso.

Mas não é só isso que caracteriza um SaaS. Além de ficar na nuvem, ou seja, protegido dos incêndios e das tempestades aqui debaixo, o essencial sobre esse tipo de software é que ele é BARATO, quer dizer, você não precisa mais gastar seus recursos com um programa que pode muito bem se tornar obsoleto no ano que vem ou ser incompatível com a próxima versão do Windows.

Opa, gostei. Mas vamos ver direitinho como funciona.

 

Como funciona um SaaS?

 

Um SaaS é um programa que você contrata em vez de comprar. Então ele não é flexível só no nome, que você pode ler ao contrário. Quando você contrata um SaaS, você vai pagando conforme vai usando. Ou seja, genial para micro e pequenas empresas que simplesmente não têm como ou não querem correr o risco de fazer investimentos muito grandes em software.

Além disso... Bom, na verdade, a boa notícia é que você não precisa se preocupar com muita coisa além disso. As atualizações são feitas automaticamente e quem toma conta da segurança dos dados é a empresa contratada. Em outras palavras, é claro que você vai continuar tomando cuidado pra não derramar o café no notebook. Mas agora isso pode acontecer e não precisa mais significar a sua ruína.

 

Vantagens de um SaaS

 

Hora da lista:
 

  • Não exige que a empresa tenha um departamento de TI para manter o sistema funcionando, permitindo que ela se foque no seu negócio.
  • Permite uma abordagem gradual de implementação, podendo começar com planos de assinatura mais econômicos e expandir mais tarde, reduzindo os riscos e o tempo para o retorno do investimento.
  • As atualizações são feitas com mais frequência e agilidade do que em um software comum.
  • Você acessa de qualquer computador ou dispositivo conectado à internet.

Poxa, bom demais. Mas e aí, não vão falar das desvantagens? OK, vamos. Todos temos pontos fracos, certo? Mas temos confiança que, nesse caso, eles não se comparam com os pontos positivos.

 

Desvantagens do SaaS?

 

Bom, uma coisa que não é ideal num SaaS é que ele não é um programa feito sob medida para você. Ele é vendido por assinatura, então é feito para agradar vários tipos de clientes, com diferentes necessidades. Se estamos falando de um sistema de gestão, significa que ele não foi feito especificamente para sua empresa.

Na verdade, podemos até pensar nisso como uma vantagem. É que um sistema de gestão sob medida geralmente custa os olhos da cara e não é uma solução realmente viável para uma empresa pequena. O SaaS torna possível que as empresas menores agora tenham sistemas de gestão bons e baratos.

Mas repetimos aqui uma dica que já demos num post anterior desse blog. Uma boa idéia é procurar um sistema de gestão que seja rico em opções de personalização. Assim você pode adaptar o sistema para suas necessidades, mesmo ele não tendo sido feito sob medida.

 

Gostei, quero experimentar!

 

Poxa, perfeito. Se você quer experimentar um sistema de gestão online clica aqui pra acessar o formulário de cadastro do ClearView. É rápido e o teste é grátis, sem compromisso. Se você nunca usou um sistema online antes, vai adorar.

Experimente!